Sicredi propõe soluções financeiras pontuais para pequenos e médios empreendedores

A pandemia do coronavírus afetou a economia do mundo e não se sabe por quanto tempo as empresas sofrerão com a crise. Nessas horas, uma boa solução é analisar o que pode ser feito para que os negócios continuem caminhando.


Para estar ainda mais próxima de seus associados, a Sicredi Vale do Piquiri Abcd PR/SP vem orientando e oferecendo soluções que ajudem empresários e empreendedores a passar por esse momento de incertezas. A gerente de crédito Ana Luiza Carrera listou as principais dicas do que pode ser reavaliado. Segundo ela, o momento de crise, e também o pós-crise, pedem cautela, já que muitas empresas tiveram redução no faturamento.


“As empresas precisam de fôlego e, para isso, é fundamental saber, com precisão, o que é despesa e o que é receita. É fundamental uma adequação à nova realidade, pois ninguém consegue saber como tudo ficará, mesmo depois que a crise sanitária passar”, explica.


No Sicredi, instituição financeira cooperativa, o tema educação financeira sempre foi um dos principais pilares do relacionamento com os associados. De acordo com Ana Luiza, o controle das finanças é uma questão desafiadora, mas que deve fazer parte do dia a dia da maioria da população brasileira. “Agora isso se tornou ainda mais importante, como forma de tentar minimizar impactos e não contrair dívidas”, assegura.


Abaixo, a executiva lista os quatro pontos que considera essenciais, além de orientar como essas dicas podem ser decisivas para o andamento das pequenas e médias empresas.


1. Corte despesas

Crie uma estrutura que garanta o essencial para o seu negócio. Faça um controle detalhado dos custos e receitas e corte os custos desnecessários. Reavalie os processos e identifique o que é menos importante para o momento. Redimensione os planos de telefonia e de internet, tente negociar o valor do aluguel e economize energia, por exemplo.


2. Use a reserva financeira da empresa a seu favor

Caso a empresa possua alguma reserva financeira ou investimento parado é interessante utilizar esse dinheiro para a quitação de contas ou até mesmo o adiantamento de pagamentos. Veja o que é possível negociar com desconto, ou sem juros, e aproveite esse dinheiro para efetuar o pagamento. É uma forma de evitar novas dívidas e fugir dos encargos de juros.


“Negocie com o seu fornecedor. A compra de matéria-prima com desconto pode ser uma ótima estratégia, pois permite um pouco mais de fôlego no tratamento do seu capital de giro”, ressalta. A reserva financeira também pode auxiliar no pagamento de salários de empregados, por exemplo.


3. Reveja a carteira de investimentos

É fundamental saber a rentabilidade desses investimentos e o ganho que eles têm gerado nos últimos tempos. “É sempre importante, além de prudente, analisar a rentabilidade dos investimentos e fazer ajustes de acordo com o momento da economia e as necessidades de cada um”, assegura.


4. Busque consultoria especializada

Todos sabemos que o momento exige cautela e conhecimento para enfrentar com segurança essa crise. Por isso, não descarte a possibilidade de contar com o apoio de um profissional de finanças, que poderá auxiliar na busca de possíveis saídas para dar ainda maior consistência à tomada de decisões. Cada negócio tem sua peculiaridade e cada setor está sendo afetado de maneira diferente, por isso é fundamental um olhar especializado.


“No Sicredi nós temos tido experiências gratificantes, pois vários de nossos associados têm apresentado casos e situações que, mesmo sendo desafiadores, nos permitiram somar experiências na busca de soluções e na tomada de decisões, às vezes até pouco convencionais”, finaliza Ana Luiza.

Folha de Palotina e região

Empresa Jornalística Folha de Palotina Ltda. - CNPJ 81.680.688/0001-08

Rua Vereador Antonio Pozzan, nº 573 - Centro - Palotina/Paraná - CEP: 85.950-000

(44) 3649-2690 - Jornal impresso semanário

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram