Semana é marcada por mais restrições para conter o coronavírus

O número de novos diagnósticos e mortes pela Covid-19 não param de crescer no Paraná. Nesta sexta-feira (03/07/2020), o total de casos confirmados chegou a 27.864, com 715 mortes em decorrência da doença no Estado.


Por isso, o Governo do Estado editou durante a semana medidas mais rigorosas para conter a transmissão do novo coronavírus. Elas foram anunciadas na terça-feira (30/06) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior.


Com parâmetros mais rígidos de controle da circulação de pessoas e de funcionamento de atividades econômicas, a decisão é voltada a 134 municípios de sete Regionais de Saúde, onde a evolução dos casos está mais acelerada.


A Secretaria de Estado da Saúde está reforçando o número de leitos para pacientes com Covid-19. Na quarta-feira (01/07/2020), mais 27 leitos foram habilitados no Estado, 22 de UTI e cinco de enfermaria. Eles foram abertos no Hospital Universitário de Maringá, no Hospital Cruz Vermelha e na Santa Casa, em Curitiba. As ampliações fazem parte dos mais de 2.200 leitos exclusivos para atendimento da Covid-19 implantados desde o início da pandemia no Paraná.


Em pouco mais de 100 dias desde as primeiras medidas de contenção da pandemia, o Governo do Estado já investiu cerca de R$ 400 milhões em ações de prevenção e combate ao coronavírus. São recursos aplicados na área da saúde, para ativação dos leitos e compra de insumos e equipamentos, para o pagamento do Cartão Comida Boa e compra dos alimentos da merenda escolar disponibilizados aos estudantes beneficiários do programa Bolsa Família, contratação de bolsistas para ações de controle e prevenção da doença, entre outras ações.


Novo decreto O decreto 4.942/20 passou a valer na quarta-feira e é voltado para as cidades localizadas em sete regionais de Saúde: Cascavel, Cianorte, Cornélio Procópio, Região Metropolitana de Curitiba, Londrina, Foz do Iguaçu e Toledo. A principal medida é a suspensão das atividades não essenciais por 14 dias, prazo que pode ser prorrogado por mais 7 dias.

A regra se aplica também a shopping centers, galerias comerciais, comércio de rua, feiras livres, salões de beleza, barbearias, clínicas de estética, academias, clubes, bares e casas noturnas.


Restaurantes e lanchonetes poderão atender somente no sistema drive-thru, delivery ou take away (retirada no balcão). O funcionamento do sistema buffet nas empresas deverá ser revisto ou suspenso para evitar a circulação do vírus. A Secretaria de Estado da Saúde vai notificar os 134 municípios para a necessidade de cumprimento das normas do decreto.


Prevenção A Secretaria da Saúde publicou duas resoluções que estabelecem medidas de prevenção e controle do coronavírus em indústrias de abate e processamento de carnes e nas igrejas e templos religiosos. No caso dos frigoríficos, todas as indústrias devem instituir um plano de contingência para prevenção, monitoramento e controle da transmissão, além do cumprirem normas do uso de equipamentos de proteção individuais, e o afastamento dos trabalhadores das atividades quando ocorrerem suspeitas ou casos confirmados. Já as instituições religiosas localizadas nas cidades afetadas pelo decreto 4942/20 deverão abster-se de promover eventos religiosos presenciais, restringindo-se apenas às versões virtuais.



Folha de Palotina e região

Empresa Jornalística Folha de Palotina Ltda. - CNPJ 81.680.688/0001-08

Rua Vereador Antonio Pozzan, nº 573 - Centro - Palotina/Paraná - CEP: 85.950-000

(44) 3649-2690 - Jornal impresso semanário

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram