Governo distribui 52,4 mil testes rápidos para os 399 municípios

A Secretaria de Estado da Saúde começou a distribuir nesta semana os 52,4 mil testes rápidos que vieram do Ministério da Saúde para os 399 municípios do Paraná. Eles serão aplicados em profissionais de saúde, da segurança pública e pessoas próximas a eles (familiares, por exemplo), desde que apresentem sintomas.


Os testes de detecção de anticorpos contra o Sars-CoV-2, além de segurança aos profissionais que estão na linha de frente, permitirão um mapeamento mais detalhado do comportamento do vírus, bem como eventual implementação de novas medidas de isolamento, acompanhamento e intervenção. Eles serão distribuídos para as Regionais de Saúde, que farão as transferências para os municípios.


COMO FUNCIONAM - Esses testes rápidos utilizam amostras de sangue. A execução e a leitura da presença de anticorpos devem ser realizadas por profissionais da saúde. O resultado é verificado após 15 minutos.


Como a Covid-19 exige notificação imediata, os resultados individuais de todos os testes rápidos deverão ser informados, positivos ou negativos. Para isso, é preciso notificar o caso no novo Sistema Estadual de Notificação.


Esses testes não substituem o exame RT-PCR, feito pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-PR) e alguns outros laboratórios privados, que é o “teste ouro”. O exame laboratorial pode ser realizado com amostras nos primeiros dias de sintomas e demora até 72 horas, mas ele detecta a presença de vírus. Os testes rápidos identificam os anticorpos que o organismo produz como defesa ao vírus, e não o vírus em si.




Folha de Palotina e região

Empresa Jornalística Folha de Palotina Ltda. - CNPJ 81.680.688/0001-08

Rua Vereador Antonio Pozzan, nº 573 - Centro - Palotina/Paraná - CEP: 85.950-000

(44) 3649-2690 - Jornal impresso semanário

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram