C.Vale perde R$ 2 milhões por dia com abatedouros parados


A paralisação das atividades dos frigoríficos está agravando a situação da cadeia produtiva de carnes da C.Vale. A cooperativa tem um prejuízo diário de R$ 2 milhões com a suspensão do abate de frangos e peixes. Com o bloqueio das rodovias pelos caminhoneiros, a empresa está deixando de abater 530 mil aves e 50 mil tilápias por dia em seu complexo industrial de Palotina, oeste do PR. A maior parte dos cinco mil funcionários dos dois frigoríficos aguarda em casa a orientação para retornar às atividades.

O presidente da C.Vale, Alfredo Lang, entende que o governo precisa oferecer urgentemente uma solução para o impasse. “Baixar os preços por 15 dias e depois voltar ao que era antes não é proposta. Também não deve transferir esse custo para a folha de pagamento das empresas”, argumentou. Para ele, a solução passa pela redução de impostos sobre os combustíveis.

A direção da cooperativa informou que mais de cem caminhões usados para o transporte de carnes e embalagens estão parados.


Folha de Palotina e região

Empresa Jornalística Folha de Palotina Ltda. - CNPJ 81.680.688/0001-08

Rua Vereador Antonio Pozzan, nº 573 - Centro - Palotina/Paraná - CEP: 85.950-000

(44) 3649-2690 - Jornal impresso semanário

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram