Mulheres que inspiram: Homenagem a Inez Pozzobon pela dedicação ao Lar da Fraternidade


Nascida no dia 10 de agosto de 1945, em Severiano de Almeida – RS, Inez Terezinha Pozzobon é a décima filha de uma família de 13 irmãos. Veio para o Paraná com 20 anos de idade, trabalhou no grupo IRiedi por 6 anos, até se casar, em 1972, com Helvio Luiz Pozzobon, e juntos tiveram dois filhos, Flavia e Juliano, e um neto, Arthur.

Seguiu fortemente dedicando-se à família até a fundação do Lar Fraternidade, projeto que abraçou desde o seu início.

“Iniciei fazendo trabalho voluntário, sem compromisso de horário, de dia ou de tempo, e assim, quase sem notar, fui me envolvendo e percebendo que poderia fazer a diferença no dia a dia daquelas pessoas. Tornei-me, então, uma profissional”, destaca.

O Lar se tornou um prolongamento de sua casa, da família, pois dedicava a maior parte do tempo aos idosos que ali viviam. “Foi uma tarefa que exigiu dedicação e amor incondicional diante da diversidade de pessoas e necessidades de cada um. Com eles cresci e entendi que é preciso compreender e aceitar o fluxo da vida; que o envelhecimento físico não alcança a alma, essência que um dia retorna ao Criador”, acrescenta.

Na convivência com aquelas pessoas aprendeu que a vida é uma viagem fantástica na qual cada um planta suas sementes por onde passa e que no final inevitavelmente precisa colher o que semeou; que a vida passa como uma rajada de vento e dela levamos apenas o bem que praticamos, o restante é ilusão.

A maior realização conquistada ao longo de todos os anos em que lá trabalhou foi ter contribuído para o resgate de pessoas que tanto precisavam de amor, companhia, respeito e dignidade. “Nada, no entanto, teria feito sozinha. É preciso dizer que a comunidade palotinense sempre esteve caminhando e apoiando nosso trabalho. E Não poderia deixar de mencionar aquela que foi o alicerce de sustentação de tudo, D. Lourdes, que com sua garra e dedicação sempre esteve à frente dos projetos para que tudo alcançasse o objetivo final”, revela Inez.

“Se fizemos um trabalho bonito nesses 27 anos foi porque unimos as mãos e esforços de todos, direção, funcionários e comunidade”, complementa.

Hoje Inez reside em Toledo, mudança motivada em função da família, para estar mais próxima e auxiliar nas suas necessidades, bem como receber ajuda e cuidado; além de curtir o neto.

Atualmente não faz parte de associações, mas participa do grupo de família do bairro, que propicia alimentar a espiritualidade. Tem como hobbie plantar e cuidar de flores, além da prática de pilates.

Acerca do papel da mulher na sociedade, ela acredita que com certa dificuldade, a mulher vem ocupando um lugar de importância e destaque. Vem conquistando seu lugar como um ser igual ao sexo masculino e alcançando cargos que há pouco tempo não lhe eram peculiares. Com dedicação, motivação, visão, talento e diálogo contribuem para uma sociedade melhor, mais justa e humana.

Como mensagem às mulheres de Palotina, Inez Terezinha Pozzobon, lembra uma frase de Madre Teresa de Calcutá: “Por vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no oceano; mas o oceano seria menor se lhe faltasse uma gota”.


Folha de Palotina e região

Empresa Jornalística Folha de Palotina Ltda. - CNPJ 81.680.688/0001-08

Rua Vereador Antonio Pozzan, nº 573 - Centro - Palotina/Paraná - CEP: 85.950-000

(44) 3649-2690 - Jornal impresso semanário

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram