Dia Mundial de Conscientização do Autismo: Conheça a história da família palotinense Rafael, Leila e


“Nunca compare seu filho com os outros, sempre o compare com ele mesmo”, essa foi a frase que em meio à uma conversa nesta semana, ouvi de Leila Rosina Weiss, psicóloga e mãe do pequeno Guilherme Lourenço Weiss, de sete anos de idade. O assunto surgiu, pois, no último dia 2 de abril lembrou-se e se comemorou o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, tema que por mais abertura que se tenha dado nos últimos tempos, ainda precisa de maior explanação.

O pensamento citado no início deste texto chegou até Leila através de outra mãe que, assim como ela, também tem um filho especial, ou seja, que não está dentro do padrão que a sociedade julga ser normal, tanto por uma característica física: no jeito de andar, no não poder ouvir ou enxergar, quanto por características intelectuais, seja pelo déficit de atenção, seja pelas ações e reações que o corpo demonstra por meio de sinais, como é o caso de Guilherme que está inserido no Transtorno do Espectro Autista (TEA). “Saber do autismo do Guilherme para nós foi uma grande surpresa, bastante desafiadora, e sentimos também muito medo”, disseram Leila e o pai de Guilherme, o médico veterinário Rafael Weiss.

Leia reportagem completa na edição impressa do jornal Folha de Palotina de 06/04/2018:


Folha de Palotina e região

Empresa Jornalística Folha de Palotina Ltda. - CNPJ 81.680.688/0001-08

Rua Vereador Antonio Pozzan, nº 573 - Centro - Palotina/Paraná - CEP: 85.950-000

(44) 3649-2690 - Jornal impresso semanário

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram